Hub Challenge # 3: alone

cats.m
O dia começou como qualquer outro. Caminhava devagar entre a multidão. Enquanto todos passavam por mim apressados ninguém percebia que minha face estava coberta por véus de lágrimas Meu pensamento lá estava ao teu encontro. Poderia você ler minha mente e decifrar todas as minhas reticências? Poderia você sentir os acelerados batimentos cardíacos e o tremor de minha base? Sentia uma vontade louca de gritar teu nome ao vento. Sentia uma necessidade tremenda de ter os teus braços fortes envoltos a mim, ouvir o murmúrio de tua voz, e sentir o calor do teu olhar Eu estava sozinha em meio aquela multidão. Era dia de Natal. Permiti a me enviar um cartão postal: “Eu sinto tua falta”. Certamente chegaria atrasado, mas desejei que minhas palavras o tacasse tão profundamente tanto quanto o que meu coração sentia naquele exato momento. A última vez que o vi, o amor foi à única ponte de nossa entrega sem distância. Não foram necessárias as palavras que se calaram os sentimentos foram enredados por cálice em minhas veias. O teu olhar consentia que os meus desejos ardentes saboreassem nos teus lábios as chamas da volúpia. Meus caprichos somente a ti revelados onde meu coração pleno de ti em mim se totalizou. Mistério único e impossível. Assim em fios de lembranças finda o dia e pedaços de mim amordaçam na saudade de uma noite solitária. Sempre a tua espera…
Ma Socorro

Advertisements

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s