Archive | November 2013

29. Apaixonadamente – (30 dias de Poesias – nov 2013)

1450331_371014933042225_9548287_n
Eu quero ser
O que te faz falta
O amor que te completa
A tua outra metade

Eu quero ser
O olhar que tu buscas
O sorriso que te alegra
O beijo que te seduz
Apaixonadamente.

Eu quero ser
O amor que te espera
Quando voltas para casa
Apaixonadamente
Jogar-me em teus braços

Eu quero sentir…
Quero sentir teu abraço
O teu beijo safado
Rolar em cima da cama
E te amar apaixonadamente

Eu quero sentir…
Eu quero sentir você
O pulsar do teu coração
Roubar um doce beijo
Apaixonadamente
Quando tu dormes
Ao meu lado

Eu quero sempre
Sentir-me como um rio que flui

Ma Socorro

28.Elo do amor – (30 dias de Poesias – nov 2013)

ELO DO AMOR

Em busca da felicidade
Acolho teu amor em mim
O mel dos teus beijos
Sinto em meus lábios

Toco tuas mãos fortes
Que espalmo com carinho
A ti entreguei as minhas

944762_370562963087422_1213350529_n
Elo do amor. Ama-me…

Nosso amor é eterno. Ferve
Sonhos repletos… Cálidos
Teu amor aos teus anseios
É um sonho de luz. Confesso.

Frenesi que me hesita
Abri com amor o coração
Encanto que grita n’alma
Amo-te! Une-me a ti…

Benevolência
Celebra a felicidade

Ma Socorro

27. Quando te vejo – (30 dias de Poesias – nov 2013)

1452332_370265686450483_985211183_n
Quando eu te vejo…
Minha voz se oculta
Meus lábios emudecem
Minha boca viva brasa

Quando eu te vejo…
Meus olhos brilham
Meu olhar ufana
De tanto olhar em chama

Quando eu te vejo…
Meu corpo estresse
Minha anatomia enlouquece
No infinito sou oceano.

Quando eu te vejo…
Exaspera doce loucura
Queima vibra o silencio
Desperta o amor. Sinto.

Espelho n’alma do destino

Ma Socorro

26. Meu sonho – (30 dias de Poesias – nov 2013)

1479238_370021803141538_1754958321_n
Nos meus sonhos profundos
Loucos carentes isolados
Transborda o amor que me desbasta

Neste amor abrangente
Fugaz lindo e tão desejado
Afinca a flecha da saudade

Você meu sonho maior
Invade meu íntimo aflito
Quando você não volta

Você não viu? Mira.
Você é o meu sonho
Insólito ardor de minha alma

Você é o meu suficiente
Dilacera os olhos no espelho
A distância inflama a saudade

Meu sonho é você

Ma Socorro

25. Sem a alma – (30 dias de Poesias – nov 2013)

Segredos calados
Súplicas em memórias
Atormentam os pensamentos
Instáveis surpresos estranhos
Há lágrima na face
A mente que chora
Rubras lágrimas sofridas
Intensas… Sufocam
Intrigantes dores da partida
Devagar sem ritmo
Nostálgico sem posse
Dói – dói em pedaços
imagem0107zo
Coração sem a vida
Meu corpo sem a alma

Ma Socorro

24. Devaneios – (30 dias de Poesias – nov 2013)

31-793745
Leva-me!
Oh rutilante luz
Faz-me invisível
Por um instante
Solitária…
Suspiros e soluços
Prisioneira…
Murmúrios secretos
Meus lábios frios
Marca de batons a janela
Aplica em setas nas veias
Seiva em veneno. Devaneios
Sagaz sega desliza
Desnuda e sangra o coração
Veloz… Translada o amor
A essência da vida
Sem rastro sem pudor
por te amar tanto…

Eclipse noturno
Quebra o encanto

Ma Socorro

23. Sem ti… – (30 dias de Poesias – nov 2013)

1385471_658892344143587_26497452_n

Já é tarde…
O silêncio bate em cortinas
Incertezas refletem em sombras
Tudo está vazio em penumbra
O vento sopra a brisa da madrugada
Emudecendo o meu íntimo em dores
Rasgando os lençóis em chamas
Agonia faz cobertas sobre mim
Mistérios roubados… Indeléveis

Sem ti… A noite chega gelada
Sem ti… A solidão é fria
Sem ti… A saudade é insana
Sem ti… As lágrimas são minhas verdades

Os vestígios de uma noite sem você
Me desperta a dor da saudade

Ma Socorro